O significado dos 7 Chakras

O Yoga dá muita importância aos chackras e aos seus pontos no corpo. A prática do Yoga tem como base o comportamento e força destes pontos do nosso corpo, desenvolvendo movimentos, técnicas de respiração e posições corporais com foco no bom funcionamento e fluência de energia nos 7 chakras do corpo humano.

Para além do teor esotérico que os chakras adquiriram, há uma explicação cientifica. Estas localizações no nosso corpo são de maior fluência sanguínea e concentração de nervos, tendo um papel essencial em diversas funções vitais.

A a visão espiritual dos chakras confere-lhes uma necessidade de equilíbrio para que o comportamento do homem seja bom em vida. O desequilíbrio destes chakras é o que é trabalhado pela yoga e meditação.

Os chakras estão dispostos em sete diferentes pontos de nossa coluna, iniciando no cóccix até o topo de nossa cabeça. Conheça-os melhor:

Os sete Chakras:

  1. Chakra Básico: sobrevivência.

Na base da nossa coluna, na área do cóccix está localizado o primeiro Chakra vital e é responsável pela consciência da sobrevivência, por isso liga-nos às questões financeiras, de independência e comida. Os principais benefícios da abertura deste centro energético é melhorar nossa reflexão a respeito da relação que estabelecemos na nossa vida entre “ter e ser”.

Cor: Vermelho.

Localização: Base da coluna.

O que estimula: sobrevivência.

  1. Chakra Sacro: energia sexual, autoestima e criatividade.

Este Chakra está ligado à energia sexual e à nossa habilidade de aceitar pessoas e experiências novas. É normalmente ativado quando precisamos de trabalhar,de  compreender e de nos libertar de mágoas passadas, da culpa e do medo.

A ação sobre os órgãos genitais ajuda-nos a entender melhor a nossa energia sexual e incentiva a refletir sobre o nosso próprio “eu”. Fica localizado mais ou menos dois dedos abaixo do umbigo, na região abdominal.

Cor: Alaranjado.

Localização: Região abdominal.

O que estimula: energia sexual e autoestima.

 

  1. Chakra Plexo Solar: ego e digestão.

Esse é um dos Chakras que acomete grande parte da população pelo excesso energético. Isso porque o Terceiro Chakra é a morada do nosso ego. É nessa região do umbigo onde concentramos nossa força individual e controlamos o egoísmo, o egocentrismo, a raiva, o ódio e tudo aquilo que temos dificuldade de “digerir”.

Também é no Plexo Solar que trabalhamos as funções digestivas. Doenças como gastrite e estomatite podem estar relacionadas ao bloqueio desse Chakra de cor amarela.

Cor: Amarelo.

Localização: Região do umbigo.

O que estimula: ego e sistema digestivo.

 

  1. Chakra Cardíaco: o amor e o perdão.

Este  Chakra permite melhorar as relações com os outros. Apesar de parecer simples, o fluxo intenso de energia presente no Chakra Cardíaco também desperta ressentimentos latentes e mágoas reprimidas.

É preciso muita perseverança e equilíbrio de todos os outros seis Chakras para desobstruir o Quarto Chakra. Práticas orientais como Reiki, Deeksha e Yoga costumam ajudar bastante. Geralmente, a abertura desse centro energético dá-se pela mentalização da sua cor – o verde – em conjunto com meditação e terapias holísticas.

Cor: Verde.

Localização: Peito.

O que estimula: amor e perdão.

 

  1. Chakra Laríngeo: comunicação, autoexpressão, verdade.

O quinto Chakra fica na região da garganta e é responsável pela nossa maneira de nos expressarmos e comunicarmos. A ele estão ligadas as relações interpessoais e problemas de comunicação – tanto para quem não costuma falar quanto para quem fala excessivamente sem discernimento dos contextos.

Cor: Azul-claro.

Localização: Garganta.

O que estimula: comunicação.

 

  1. Chakra Frontal: o terceiro olho.

Posicionado entre os olhos, o Chakra frontal está relacionado com o nosso foco, a nossa mente e a  nossa intuição. Percebe-se a dificuldade de manter o seu equilíbrio principalmente nas práticas de meditação, em que precisamos “limpar” a nossa mente enquanto um turbilhão de pensamentos brotam sem parar.

É para se conectar a esse centro energético que alguns espiritualistas ‘enfeitam’ suas testas. De acordo com a crença, a abertura do terceiro olho leva a uma abertura de mente que nos conecta com o universo e, consequentemente, exige da nossa mente ainda mais foco para discernir nossas intuições latentes e tomar decisões.

Seu desequilíbrio pode provocar falta de sono, tensão, medo, pesadelos etc.

Cor: Azul-índigo.

Localização: Entre os olhos.

O que estimula: foco, mente e intuição.

 

  1. Chakra Coronário: conexão espiritual.

“Ter a mente aberta” é uma expressão que faz todo o sentido quando o assunto é o Sétimo Chakra. Localizado no topo da cabeça, ele é o responsável pela nossa ligação espiritual e representa a nossa ligação íntima com o Universo, uma Energia Superior, Deus (o nome é dado de acordo com a crença de cada um).

A alienação ao processo de espiritualização é um dos principais sinais de obstrução desse Chakra. Não ser autoconsciente prejudica a nossa relação com o mundo, a compreensão que temos sobre nós mesmos e resulta em falta de esperança e dificuldades de encontrar sua vocação natural.

Cor: Lilás, roxo.

Localização: Topo da cabeça.

O que estimula: conexão espiritual.

 

Alinhe e ative os seus Chakras – leve um pouco dos benefícios aromáticos para sua casa e relaxe…

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.